MyRestaurant

Idioma

Rola Este | Restaurantes

Rola Este

Norte
Total votes: 3
0 1

Tipo de cozinha

Regional
Típica
Tradicional Portuguesa

Tipologia

Rural

Preço médio

Almoço: 
10€
Jantar: 
15€

Lotação

410
Contactos
(+351) 253 675 177
(+351) 969 986 846

Contactar este restaurante

Morada

Rua da Rola, 83, São Mamede Este, Braga, 4715-519

Web

Horário

Almoço: 12h00 às 16h00 Jantar: 19h00 às 23h00 Domingo ao jantar e Segunda-Feira todo o dia: Fechado
Desconto
Menu Almoço à semana 10€

Almoce no Rola Este! Veja o menu de almoço na imagem ao lado

Oferta
Menu almoço ao Sábado desde 10€

Aos sábados não perca os nossos deliciosos almoços! (Imagem ao lado)

O Restaurante Rola Este em Braga é de um dos restaurantes típicos mais respeitados e procurados da cidade.

Apesar de estar situado no rés-do-chão de uma moradia, o espaço é acolhedor e detentor de um serviço de excelência!

Aqui servem-se verdadeiras iguarias da cozinha tradicional portuguesa: Arroz de Pica no Chão, Bacalhau Assado na Brasa e o Arroz de Pato são algumas das especialidade deliciosas que dão fama a esta casa.

O Restaurante Rola Este dispõe de um espaço amplo para a celebração de eventos cerimoniais e aniversários.

Faça-nos uma visita e seja mais um cliente satisfeito!

Inicie sessão ou registe-se para publicar comentários

Videos

Fotos

Aqui perto

Braga
Ponto de Interesse
Santuário do Sameiro
Avenida Nossa Senhora do Sameiro
Sameiro
4715 616 Braga
Portugal

Santuário mariano localizado em Braga, Portugal.
A sua construção se iniciou a 14 de Julho de 1863, tendo como fundador deste santuário foi o vigário de Braga, Padre Martinho António Pereira da Silva, natural de Semelhe, que em 1871 fez colocar, no cume da montanha, uma imagem de Nossa Senhora da Conceição.
O Templo, concluído no século XX, destaca-se no seu interior o altar-mor em granito branco polido, bem como o sacrário de prata. Em frente do Templo ergue-se um imponente e vasto escadório, no topo do qual se levantam dois altos pilares, encimados da Virgem Maria e do Sagrado Coração de Jesus.

Em 14 de Julho de 1863 foi lançada a primeira pedra para a Igreja do Sameiro.
Em 10 de Agosto de 1877 a Igreja foi sagrada.
Em 7 de Agosto de 1878, chegou a imagem de Nossa Senhora do Sameiro, obra do escultor italiano Eugénio Maccagnani (1852-1930).
Em 12 de Julho de 1936, inicia-se a construção da cúpula.
Em 12 de Junho de 1941, foi a sagração do altar da Basílica de Sameiro.
Em 7 de Junho de 1953 foi inaugurado o cruzeiro monumental, obra do arquitecto David Moreira da Silva.
Em 13 de Junho de 1954 foram inaugurados os monumentos ao sagrado coração de Jesus, e ao Papa Pio IX.
Em 17 de Junho de 1979 foi inaugurada a Cripta, sob o templo inicial.
Em 15 de Maio de 1982, teve a visita do Papa João Paulo II.
Em 3 de Junho de 1984, foi inaugurada a estátua do Papa João Paulo II.
Em 8 de Dezembro de 2004, na comemoração do 150º aniversário da proclamação do dogma da Imaculada Conceição, o Papa João Paulo II através de um seu delegado do Vaticano distingue o santuário com a Rosa de Ouro.
Em 2006 Oscar Casares concebe para o Altar-Mor da Cripta do Santuário o painel "Salve Regina"

Braga
Ponto de Interesse
Universidade do Minho
Campus Gualtar
Gualtar
4710 057 Braga
Portugal

Fundada no ano de 1973, a UMinho recebeu os primeiros estudantes em 1975/76. Hoje, a Universidade é reconhecida pela competência e qualidade dos professores, pela excelência da investigação, pela ampla oferta formativa graduada e pós-graduada e pelo seu alto nível de interação com outras instituições. As Unidades Orgânicas de Ensino e Investigação – Escolas e Institutos – são as estruturas base da Universidade: Escolas de Arquitetura, de Ciências, de Ciências da Saúde, de Direito, de Economia e Gestão, de Engenharia, de Psicologia e Escola Superior de Enfermagem, e Institutos de Ciências Sociais, de Educação e de Letras e Ciências Humanas. A UMinho é uma universidade de investigação, comprometida com a cadeia de valorização do conhecimento, possuindo inúmeras parcerias de sucesso em projetos de investigação, culturais e de desenvolvimento socioeconómico. A internacionalização representa um forte compromisso, não só no espaço da UE e dos PALOP, mas também com diversos países, de vários continentes.

A Universidade do Minho assume a produção de conhecimento científico como eixo estruturante da sua acção, entendendo-a também como meio de valorização da sua oferta educativa e da interacção com a sociedade.

A UMinho assume-se como universidade de investigação e essa definição tem sido reconhecida por avaliações realizadas por agências internacionais.

Na Universidade, a investigação organiza-se em centros de investigação, que são sub-unidades das unidades orgânicas de ensino e investigação.

A Universidade tem, neste momento, 32 centros de investigação financiados pela FCT, 3 dos quais integram Laboratórios Associados do Estado, e comporta também o Instituto Europeu de Excelência em Engenharia de Tecidos e Medicina Regenerativa, único instituto deste tipo a ter sede em Portugal.

A Universidade do Minho reconhece e apoia a valorização do conhecimento como uma componente integral da sua missão. Promover a transferência de conhecimento e tecnologia para a Sociedade através de parcerias com empresas, licenciamento de propriedade industrial e apoio à criação de novas empresas intensivas em conhecimento - empresas spin-off - permite disponibilizar novos produtos, processos e serviços à Sociedade, com um claro impacto no desenvolvimento económico e na geração de emprego.

Este compromisso só é possível de implementar através de um conjunto alargado de iniciativas dinamizadas pela Universidade do Minho, que são aqui apresentadas.

Guimarães
Ponto de Interesse
Citânia de Briteiros
Alto do Monte de S. João
Salvador de Briteiros
4805 451 Guimarães
Portugal

Telefone
351 253 415 969
Fax
351 253 415 969
Email
citania@msarmento.org

Horário
Segunda a Domingo
9.30h - 18.00h

Altitude
491 metros

A citânia de Briteiros está situada no alto do monte de São Romão, no concelho de Guimarães, apresenta características da cultura celta, remonta à Idade do Ferro e deve ter sido habitada até ao século III.

À semelhança dos castros do noroeste da Península Ibérica, é uma povoação fortificada, defendida, neste caso, com três linhas de muralhas, que apontam para uma altura de cerca de cinco metros e dois metros de largura.

Apesar de apresentar evidências da presença romana, este povoado tem a sua maior importância pelas características da cultura anterior à romanização, como é o caso do um balneário, com câmaras para tomarem banhos de vapor e para banhos de água fria.

Outras características desta cultura são o traçado das muralhas, ou a planta circular das casas, mas no Museu da Cultura Castreja, podem ser apreciados artefactos em ouro, com decorações muito elaboradas, trabalhos em pedra e instrumentos usados em diversas actividades.

Braga
Ponto de Interesse
Bom Jesus do Monte
Monte do Bom Jesus
4715 056 Braga
Portugal

A uns Kms de Braga, levanta-se majestosa a estância turístico - religiosa do Bom Jesus, em que a natureza e a arte "dão mutuamente as mãos" para fazerem dela um verdadeiro ex-libris da cidade dos Arcebispos.
As origens da estância do Bom Jesus remontam ao principio do século XIV, quando alguém - talvez a seguir à batalha do salado (1340) - decidiu colocar uma cruz no alto da encosta do monte Espinho. Bem depressa esta cruz foi abrigada por uma ermida, que se tornou meta de peregrinação por parte dos Bracarenses e de outros fiéis das redondezas. Tal ermida esteve anexa à paroquia de Tenões. Em 1629, um grupo de devotos da

Santa Cruz do Monte resolveu construir uma confraria a que foi dado o nome de Confraria do Bom Jesus do Monte, a sua finalidade era tudo fazer para o engrandecimento deste centro de peregrinação.
Pouco a pouco foi ganhando corpo a ideia de transformar a ermida da Santa Cruz do Monte um Espinho num grandioso monumento em honra da paixão de Cristo.
De 1629 a 1722 foi-se abrindo um caminho sinuoso e íngreme nas margens do qual se construíram capelas em forma de pequenos nichos, que lembram aos peregrinos os diversos passos do Calvário. A partir de 1722, com o Arcebispo de Braga D. Rodrigo de Moura Teles, projectou-se e começou-se a realizar um grande plano, que acabou por redundar no Santuário do Bom Jesus do Monte actual.
Tratava-se de restaurara e reedificar, aqui, em Braga a cidade de Jerusalém, para que os cristãos que não podiam peregrinar até à Palestina pudessem fazer aqui a sua peregrinação aos lugares santos, revivendo as cenas da Paixão do Senhor.
O adro da Igreja projectado por Carlos Amarante em 1784, apresenta 8 estátuas, que representam personagens que intervieram na condenação, paixão e morte de Cristo; a Igreja tem planta de cruz latina.
A estância do Bom Jesus não se limita a ser uma estância religiosa, embora o aspecto religioso a caracterize profundamente, é também uma estância turística.
Nela o peregrino e o turista encontram um ambiente que convida ao descanso e ao recolhimento através da sua mata frondosa e dos seus hotéis.
O peregrino e o turista também encontram no Bom Jesus ocasião para uma sã diversão.

GPS

Latitude: 
41.5791928
Longitude: 
-8.3430004

Serviços

Comodidades

Atenção


Neste momento só disponibilizamos restaurantes para a região Norte, para Lisboa, Faro e Coimbra. Brevemente teremos maior cobertura do território nacional.


Regista-te e acompanha as novidades do MyRestaurant!