MyRestaurant

Idioma

Choupal dos Melros | Restaurantes

Choupal dos Melros

Norte
Total votes: 0
0 3

Tipo de cozinha

Típica
Tradicional Portuguesa

Tipologia

Urbano

Preço médio

Almoço: 
10€
Jantar: 
20€

Lotação

850

Chef

D. Zulmira
Contactos
(+351) 224 890 622
(+351) 919 677 859

Contactar este restaurante

Morada

Rua de Cabanas, n.º 177, Fãnzeres, Gondomar, 4510-506

Horário

Só abre para eventos e ao Domingo só para almoços.

Reserva Online

Choupal dos Melros

Data/Hora *
Exemplo: 18/08/2017
Exemplo: 11:30

Separadores Verticais

Oferta
Quinta dos Choupos - Choupal dos melros

Comemore o vosso copo-de-água num ambiente tranquilo, respire ar puro e experimente as sensações inerentes ao campo.

A Quinta dos Choupos-Choupal dos Meiros está preparada para receber você e vossos convidados, proporcionando estes pequenos prazeres e muito mais que a ocasião requer.

Espaços e capacidade

A estrutura integra salas amplas, climatizadas e decoradas com imagens e objetos relacionados à lavoura. Os dias mais frios são aquecidos com clássicas lareiras. O espaço conta também com restaurante, vários jardins, zonas arborizadas e estacionamento privativo.

Serviços que oferece

Em parceria com outras empresas e profissionais habilitados, a quina disponibiliza cobertura fotográfica, filmagem e animação com música ao vivo e dançarinos. A comemoração do grande dia pode ser incrementada com largada de balões e fogos de artifício.

Gastronomia

A gastronomia está composta de comida típica portuguesa preparada no forno à lenha. A ementa chama a atenção pela variedade de aperitivos, frutas da época e sobremesas. Disponibiliza menu especial para vegetarianos e pessoas que seguem uma dieta balanceada.

A versatilidade do espaço, permite a realização de vários eventos no mesmo dia.

 Contacte-nos ou visite-nos para saber mais informações...

O Choupal dos Melros é uma casa com um ambiente rural já sobejamente conhecida por todos os que apreciam a comida tradicional portuguesa confecionada em fornos a lenha. A 10 minutos do centro do Porto, mais precisamente em Fânzeres, encontramos o campo na cidade com todos os privilégios e sensações inerentes, tranquilidade, beleza natural e ar puro.

Inserido na Quinta dos Choupos, rodeado de verde, num ambiente rural, o Choupal dos Melros apresenta-se como uma casa térrea em pedra e com um enorme alpendre à entrada, onde também se serve quando o bom tempo o permite. Dispõe de duas salas, ambas com lareira e sobriamente decoradas, com capacidade para várias dezenas de comensais. Quanto ao repasto, este inicia-se com uma cesta de variados pães e broa, apetitosas pataniscas de bacalhau, morcela de sangue assada e pratinhos de presunto. Sopa de legumes e a afamada sopa de nabos, que já valeu prémios à casa, são também uma possibilidade a considerar.

Segue-se uma tarefa árdua, a escolha do prato principal. De destacar os assados confecionados em fornos a lenha: cabrito, vitela e lombo com castanhas, todos acompanhados com batata assada e arroz de forno. O bacalhau assume também um lugar de relevo: à Brás, à Lagareiro com broa, à Chefe e à Choupal são as variedades propostas. Terminado o festim, as sobremesas, todas confecionadas no Choupal, são de prova obrigatória: Doces conventuais, morgado de amêndoa, delícia de nozes, pudim de ovos, bolo borrachão e fruta tropical são apenas algumas das possibilidades.

Possui uma lista de vinhos que passeia por todas as regiões do nosso Portugal.

Inicie sessão ou registe-se para publicar comentários

Almoço Domingo - Sugestões

Entradas

  • Pão
  • Couvert ( Manteigas )
  • Pratinho de presunto / Salpicão
  • Morcela Assada
  • Salgadinhos ( rissóis, croquetes, bolinhos de bacalhau, etc )

Sopas

  • Creme de legumes
  • Canja de Galinha

Peixe

  • Bacalhau à Choupal ( com puré e legumes )
  • Bacalhau à Chefe
  • Bacalhau à Lagareiro com crosta de broa e grelos
  • Filetes de pescada com Puré ou batata frita

Carne

  • Lombo assado no forno com castanhas
  • Misto de Carnes assadas à Choupal
  • Lombinhos de Boi na brasa
  • Cabrito assado a Lenha
  • Vitelinha assada com legumes

Doces

  • Delicia gelada
  • Pudim caseiro
  • Mousse de chocolate caseira
  • Mousse de Nozes caseira
  • Bolo de chocolate com gelado
  • Cheesecake de limão

Frutas

  • Salada de frutas
  • Salada de frutas tropical
  • Ananás ao natural
  • Papaia
  • Manga
  • Laranja
  • Kiwi
  • Maça
  • Morangos

Queijos

  • Queijo  flamengo com marmelada
  • Queijo da Serra
  • Queijo da Serra com marmelada 

Videos

Fotos

Aqui perto

Gondomar
Ponto de Interesse
Câmara Municipal de Gondomar
Praça Manuel Guedes
4420 193 Gondomar
Portugal

Horário - Horário: 09h00–12h30 / 14h00–17h30

Telefone - 224660500

Gondomar é um nome e uma terra com ressonâncias históricas. Vários achados revelam as velhas raízes da vivência humana neste local desde a pré-história. A exploração das minas de ouro nas regiões próximas e a posição estratégica do “Crasto” comprovam a permanência dos Romanos nestas terras.

Entre outras versões, a denominação “Gondomar” é atribuída ao rei visigodo “Gundemaro” que, em 610, teria aqui fundado um Couto.

Apesar de não haver vestígios dos cavaleiros visigóticos, Gondomar recebeu o primeiro foral em 1193, de D. Sancho I, que, mais tarde, foi confirmado pelo rei D. Afonso II, através das Inquirições. O Monarca “fez honra de Gondomar” a D. Soeiro Reymondo, que aqui tinha um solar.

No reinado de D. Manuel I é outorgado o segundo foral ao “Município de Gondomar”, em 1515. Também estas terras férteis foram doadas a D. Margarida de Vilhena, concedendo-lhes direitos de renda, foros, etc.

Nos séculos seguintes, o “julgado de Gondomar” não enquadrou sempre as atuais freguesias. Ao longo dos anos diversas modificações do estatuto e demarcações de algumas localidades - Melres Rio Tinto, Lomba e São Pedro da Cova - fizeram variar a forma do concelho. Se bem que fossem integradas as referidas freguesias com todas as suas potencialidades, ao concelho já pertenceram Avintes (hoje ligada à cidade de Vila Nova de Gaia) e Campanhã (freguesia do Porto, fronteiriça com os limites de Gondomar).

Data de 1868 a incorporação no concelho das freguesias de São Cosme, Valbom, Rio Tinto, Fânzeres, São Pedro da Cova, Jovim, Foz do Sousa, Covelo, Medas, Melres e Lomba. Formalmente só em 1927 a sede do concelho - São Cosme - foi confirmada como Vila de Gondomar, mediante pedido à Presidência da República.

Em 1985 foi promulgada a lei de criação da Freguesia de Baguim do Monte. Em 1991 Gondomar ascende a cidade, o mesmo acontecendo com Rio Tinto, em 1995. Mais recentemente (janeiro de 2005), Valbom também ascende à categoria de cidade.

Gondomar
Ponto de Interesse
Igreja Matriz de Rio Tinto
Largo do Mosteiro
Rio Tinto
4435 346 Gondomar
Portugal

A Igreja Matriz de Rio Tinto localiza-se na Cidade portuguesa de Rio Tinto, Concelho de Gondomar, distrito do Porto, tendo começado a ser construída no ano de 1768.
Tem um carrilhão com 17 sinos, inaugurado em 1947 e construído pela Fundição de Sinos de Rio Tinto. É dedicada a São Cristóvão, padroeiro de Rio Tinto e dos automobilistas.
Encontram-se neste local alguns vestígios do antigo Mosteiro de São Cristóvão de Rio Tinto, de freiras beneditinas, extinto em 1535.
Os azulejos no seu exterior, fazem referência à Rainha Santa D. Mafalda, filha de D. Sancho I, que viria a falecer no antigo Mosteiro, em 1256.

Esta Igreja apresenta vários altares em talha dourada, como o de Santa Luzia, São Bento das Pêras, Nossa Senhora das Dores, entre outros, destacando-se pela sua rica decoração acompanhada por diversas imagens de valor histórico e estético.
A Igreja apresenta uma só nave possuindo um Arco Cruzeiro ladeado por dois altares (Santíssima Trindade e Nossa Senhora do Rosário) que separa a região do presbitério (Altar-mor) do resto do corpo.
O Altar-mor é de alguma grandiosidade e destaca-se pelo seu trono (espécie de escadaria em talha dourada que antigamente servia para expor o Santíssimo Sacramento no topo) que é tapado por uma tela representativa da Adoração Eucarística durante a quaresma e por inúmeras figuras de Anjos e Santos.
São de destacar as imagens de São Cristóvão, o padroeiro, e Santo António.
O Sacrário, que é único na Península Ibérica, possui quatro portas com painéis representativos da Paixão sendo que só uma dá acesso ao Santíssimo Sacramento e está assente sobre uma base giratória.

A Igreja possui ainda um órgão de tubos no coro alto e um púlpito a meio do corpo do templo. Nas suas duas torres sineiras está instalado um carrilhão de 17 sinos, que permite a execução de diversas peças musicais que se podem ouvir, sobretudo, aquando das festas da cidade, principalmente em honra a São Bento (11 de Julho), e São Cristóvão, fim-de-semana seguinte.

Azulejos

No seu exterior, a Igreja de Rio Tinto, está revestida com lindíssimos azulejos monocromáticos, num total de seis painéis, dois dos quais colocados, um de cada lado, nas paredes laterais das Torres Sineiras, em que o do lado esquerdo é dedicado a D. Nuno Álvares Pereira - "GUERREIRO E SANTO PORTUGUÊZ" e o do lado direito é dedicado a Santa Mafalda que contém o seguinte texto "SANTA MAFALDA, FILHA DE D. SANCHO I, REI DE PORTUGAL, FALECIDA NO ANTIGO CONVENTO DAS RELIGIOSAS DA ORDEM DE S. BENTO DE RIO TINTO, NO DIA 1 DE MAIO DE 1256".

Gondomar
Ponto de Interesse
Museu Mineiro - Antiga Casa da Malta
S. Pedro da Cova
4510 457 Gondomar
Portugal

Cinco mil pessoas visitaram em 2011 o museu mineiro de S. Pedro da Cova, mais mil do que em 2010 e mais 3 mil do que em 2009, anunciou esta sexta-feira a junta de freguesia, responsável pela estrutura museológica.

Em comunicado, a autarquia sublinha o “crescente interesse” que o museu está a despertar na comunidade escolar, traduzido em “dezenas de visitas” de grupos de alunos, não só da freguesia e do concelho de Gondomar, mas também de todo o distrito do Porto.

A estrutura museológica encontra-se instalada, desde 30 de Setembro de 1989, na antiga Casa da Malta, construída pela extinta Companhia das Minas de Carvão de S. Pedro da Cova, com o objectivo de alojar os “malteses”, ou seja, os mineiros oriundos de outras localidades.

“Tornou-se um lugar de memória dos antigos operários da exploração de carvão, assumindo hoje a missão de valorizar, divulgar e dinamizar o património geológico e mineiro de S. Pedro da Cova”, considera a autarquia.

Em 2011, foi criada uma liga de amigos do museu para ajudar a valorizar e dinamizar esta estrutura que integra o Roteiro de Minas e Pontos de Interesse Geológico e Mineiro de Portugal.

A descoberta do carvão vegetal em S. Pedro da Cova ocorreu no final do século XVIII e foi a responsável pela transformação da matriz económica da freguesia, que trocou a agricultura de subsistência pela extracção mineira.

De entre todas as infraestruturas construídas então para apoio à actividade, que viria a terminar em 1970, ainda hoje se mantêm vários edifícios de tratamento e expedição de carvão, que podem ser conhecidos em visitas guiadas promovidas pelo museu.

Gondomar
Ponto de Interesse
Soldado Desconhecido
4510 Gondomar
Portugal

Serviços

Comodidades

Atenção


Neste momento só disponibilizamos restaurantes para a região Norte, para Lisboa, Faro e Coimbra. Brevemente teremos maior cobertura do território nacional.


Regista-te e acompanha as novidades do MyRestaurant!