Sé de Braga

Braga


Descrição

A S de Braga localiza-se na freguesia da S, cidade e concelho de Braga, distrito de mesmo nome, em Portugal. Constitui-se na sede do bispado fundado, segundo a tradio, por So Tiago Maior que aqui ter deixado como primeiro bispo o seu discpulo, So Pedro de Rates. Devido a essa origem apostlica considerada como Sacrossanta Baslica Primacial da pennsula Ibrica, e o seu Arcebispo, Primaz das Espanhas. Possui liturgia prpria, a liturgia bracarense. Considerada como um centro de irradiao episcopal e um dos mais importantes templos do romnico no pas, aqui encontram-se os tmulos de Henrique de Borgonha, conde de Portugal e sua esposa, Teresa de Leo, pais de D. Afonso Henriques. Histria Assenta sobre as fundaes de um antigo mercado ou templo romano dedicado a sis, conforme testemunha uma pedra votiva na parede leste, e os muros de uma posterior baslica paleocrist. A sua histria melhor documentada remonta obra do primeiro bispo, D. Pedro de Braga, e corresponde restaurao da S episcopal em 1070, de que se conservam poucos vestgios. Em 1128 foi iniciado um edifcio de cinco capelas na cabeceira, por iniciativa do arcebispo D. Paio Mendes, parcialmente destrudo pelo terramoto de 1135. Respeitando os cnones arquitectnicos dos Beneditinos clunicenses, os trabalhos foram dirigidos por Nuno Paio. Em 1268 as obras ainda no estavam concludas. O edifcio continuou a ser modificado com algumas intervenes artsticas, sendo particularmente significativa a galil, mandada construir, na fachada, por D. Jorge da Costa nos primeiros anos do sculo XVI e que viria a ser concluda por D. Diogo de Sousa. Este ltimo mandou fazer as grades que agora a fecham, tendo ainda alterado o prtico principal, (destruindo duas das suas arquivoltas) e mandado executar a abside e a capela-mor, obra de Joo de Castilho datada do incio do sculo XVI. Em 1688 destacou-se a campanha de obras promovida pelo arcebispo D. Rodrigo de Moura Teles, que modificou toda a frontaria ao gosto barroco, mandando executar tambm o zimbrio que ilumina o cruzeiro. Nas dependncias da antiga casa do Cabido, mandada construir no incio do sculo XVIII, pelo arcebispo D. Rodrigo de Moura Teles encontra-se atualmente o Tesouro Museu da S Catedral. No sculo XX foi colocado junto aos claustros o tmulo da taumaturga, religiosa e estigmatizada, Irm Maria Estrela Divina, centro de grande devoo popular. Ficou clebre o seu esplio de Relquias sagradas,de onde se destaca o pedao de um Manto da Virgem Santa Maria. Encontra-se classificada como Monumento Nacional desde 1910. Sculo XI - Construo de uma igreja episcopal sob a iniciativa do bispo D. Pedro (1070-1091), sobre os restos de um grande edifcio romano e outro da Alta Idade Mdia; 1089 - Sagrao da mesma; 1096 / 1108 - construo da capela de S. Geraldo; 1118 / 1137 - incio da reconstruo da S sob a iniciativa do arcebispo D. Paio Mendes; 1135 - Derrocada das torres por aco de terramoto; 1210 - D. Sancho I legou S 2 mil morabitinos; 1212 / 1228 - Reparaes na sacristia e claustro e reconstruo da capela de S. Geraldo; 1326 / 1348 - D. Gonalo Pereira manda construir a capela tumular, conhecida como capela da Glria, junto de S. Geraldo, bem como pintar o coro; 1374 - D. Loureno Vicente manda construir, junto da parede norte da S, no local onde estavam sepultados os condes D. Henrique e D. Teresa, uma capela, a capela dos reis; Sculo XV - Data do tmulo do infante D. Afonso de Portugal, filho de D. Joo I; 1416 / 1467 - D. Fernando da Guerra dotou e restaurou a Biblioteca, bem como a capela de S. Geraldo; 1486 / 1501 - Construo da galil; 1505 / 1532 - O arcebispo D. Diogo de Sousa procede a melhoramentos no portal axial, retirando-lhe 2 arcadas e o mainel; reconstruo da capela-mor, sob desenho de Joo de Castilho; construo de retbulo em pedra de an; restauro das torres; reconstruo do claustro; restauro da capela de S. Geraldo; 1513 - Construo da capela de Jesus da Misericrdia (N.ª Sra. da Piedade); Sculo XVII, finais - Construo da sacristia grande; 1704 / 1728 - Reforma ordenada por D. Rodrigo de Moura Teles; remodelao das capelas laterais; remodelao da capela de S. Geraldo; aplicao de talha dourada; execuo de janelas para maior entrada de luz; execuo de um zimbrio no cruzeiro e uma cpula junto ao coro-alto; reforma das duas torres da fachada; 1721 - Transferncia das grades da capela-mor para a galil; 1737 - Data do cadeiral; 1737 / 1738 - Construo dos rgos por Frei Simon Fontanes com a colaborao de Marceliano de Arajo; 1755 - Terramoto provoca fendas nas torres; 1758 / 1789 - obras no claustro; destruio do retbulo da capela-mor; 1930 - Criao do Museu de Arte Sacra.

Localização

R. Dom Paio Mendes, Sé, 4700-424, Braga

Latitude

41.5500530000

Longitude

-8.4269230000

Site

SÉ CATEDRAL DE BRAGA