Restaurantes

Ver todos

Descontos e Ofertas

Ver todos

Gosto Superior

Braga

Menú Almoço 7.90€

Venha almoçar no Gosto Superior! Prato+chá+sobremesa=7.90€

Maria Farinha

Braga

Take Away e Entrega ao Domicílio

Rola Este

Braga

Menu Almoço Sexta-feira e Sábado 12€

Aproveite este belo menu que temos para si. O Rola Este espera por si!

Tram

Porto

 Aos Domingos, a partir das 21.00h.....

La Piola

Braga

Menu Almoço La Piola 7€

Venha almoçar connosco no La Piola!

Adelaide

Vieira do Minho

Venha conhecer a nossa especialidade mais recente - Francesinha em Forno de Lenha

Frigideiras do Cantinho

Braga

Menú executivo ao almoço 6€

Venha almoçar na nossa companhia!

A Vicentina

Barcelos

Menu executivo à semana 6€ com sobremesa 6.8€

Venha almoçar connosco!

É dono de um restaurante?

Faça parte da selecção de restaurantes MyRestaurant.

Jesuítas

Prepara-se a massa folhada com os ingredientes indicados e estende-se em tiras com cerca de 4mm de espessura; 

batem-se muito bem as gemas com o açúcar; 

barram-se as tiras de massa com este preparado e dobram-se; 

com uma faca muito afiada cortam-se as tiras em triângulos; 

batem-se as claras em espuma e nesta altura começa a juntar-se o açúcar continuando sempre a bater-se até se obter um merengue pouco espesso; 

adiciona-se um pouco de canela em pó só para tornar o merengue castanho-claro;

barra-se a parte superior dos jesuítas com este merengue e levam-se a cozer em forno quente, mas sem exagero.

 

 

 

Foto e Fonte de: adrave.dev.wiremaze.com

 

Ingredientes

  • 300g de farinha;
  • 250g de manteiga;
  • 1 a 1,5dl de água;
  • sal;
  •  
  • Para o recheio: 2 claras; 6 colheres de sopa de açúcar; canela em pó.

Molotof

  • Para bater as claras em castelo, adicione uma pitada de sal. É importante que as claras estejam à temperatura ambiente.
  • À medida que bate as claras, adicione o açúcar e no final uma colher de sopa de caramelo. Continue a bater até que as claras fiquem bem firmes e espessas.
  • Utilize uma forma com buraco. Unte a forma e verta as claras em castelo.
  • Num forno pré aquecido a 180ºC, coloque a forma e deixe que as claras cozam durante 15 minutos.
  • Tenha o cuidado de não abrir o forno porque as variações de temperatura podem abater o molotof. Findo o tempo de cozedura, desligue o forno e deixe que o molotof repouse ainda dentro do forno cerca de 20 minutos. Quando retirar a forma do forno desenforme de imediato.

 

 

 

Fonte: Kozinharte

Ingredientes

10 Claras de ovos
10 Colheres de sopa de açúcar
Caramelo líquido

Bacalhau Assado na Brasa com Batata à Murro

Deixe o bacalhau de molho durante 24 horas, tendo o cuidado de lhe mudar a água várias vezes. No dia seguinte, asse o bacalhau na brasa (de preferência em fogareiro de carvão). Entretanto, lave as batatas e as cebolas muito bem. Coloque-as num tabuleiro e polvilhe-as com bastante sal grosso. Leve a assar em forno quente (de preferência de lenha). Quando as batatas estiverem assadas, sacuda o sal e aperte-as (ou dê-lhe um murro) uma a uma até estalarem, tendo o cuidado de não as esmagar. Coloque as batatas num tacho. Junte as cebolas, descascadas, mas inteiras e o bacalhau, previamente despinhado e lascado. Regue tudo com o azeite. Polvilhe com os dentes de alho cortados em lâminas finas e com uma pitada de pimenta. Agite um pouco o tacho, para misturar muito bem. Sirva imediatamente.

Ingredientes

Postas de bacalhau seco bem demolhado de preferência altas Batatas novas pequenas Cebolas pequenas Alho Azeite Vinagre Sal q.b. Pimenta q.b.

Cozido de Grão

Tem-se o grão bem demolhado de véspera e esfrega-se com sal numa cortiça para lhe retirar a pele. Introduzem-se os grãos assim arranjados em água fria, juntamente com o toucinho, a carne e o chouriço. Deixa-se cozer. Estando tudo cozido, introduz-se na panela o feijão verde inteiro e atado aos molhos, o frade aos cubos e a batata descascada. Quando o cozido estiver pronto, retira-se o caldo para a sopa e para o arroz solto, que deverá acompanhar o cozido. A sopa obtém-se juntando ao caldo massinha miúda e uns raminhos de hortelã postos já no prato. A carne de carneiro deve ser temperada com sal, de véspera. A abóbora de casca de pau é uma variedade local. Não se descasca, indo para a mesa cortada em bocados com 10 a 12 centímetros. Fonte: Editorial Verbo

Ingredientes

7,5 dl de grão 250 g de toucinho 500 g de carne de carneiro ou de vaca 1 chouriço de carne (linguiça) 500 g de feijão verde 1 talhado grande de frade (abóbora moganga) ou de abóbora de casca de pau 600 g de batata redonda (batata comum) sal arroz hortelã

Pêras em Vinho Tinto e Canela

Descasque as pêras com cuidado. Deixe o pé intacto e corte uma pequena rodela no fundo para criar uma base;
Regue as pêras com sumo de limão para evitar a rápida oxidação;
Num tacho pequeno mas fundo, suficiente para acomodar todas as pêras na vertical sem deixar muito espaço livre, aqueça o vinho, o açúcar, a canela em pau, o cravinho e a casca do limão;
Deixe levantar fervura e reduza a intensidade do lume para médio/baixo;
Coloque as pêras no tacho, na vertical, e deixe-as cozer durante 20 a 30 minutos, de acordo com o seu tamanho e grau de amadurecimento. Se o molho não for suficiente para cobrir as pêras por completo, vire-as algumas vezes de forma a tornar homogéneo o ponto de cozedura e a cor;
Retire as pêras do tacho com muito cuidado e coloque-as na vertical, no prato de servir;
Leve-as ao frigorífico para arrefecerem;
Adicione o Vinho do Porto à calda da cozedura e deixe reduzir, em lume médio, até obter um xarope com a consistência desejada;
Leve igualmente o molho a arrefecer ao frigorífico durante cerca de 30 minutos ou até servir;
Apenas no momento de servir deve verter o molho sobre as pêras.

 

 

 

 

 

Fonte: sundayflavors.blogspot.pt/

Ingredientes

  • 4 pêras de bom tamanho e qualidade;
  • 500 ml de vinho tinto;
  • 150 gr de açúcar;
  • 1 ou 2 paus de canela;
  • 1 cravinho (opcional);
  • 1 limão, sumo e casca;
  • 50 ml de Vinho do Porto.